Zoologia dos Invertebrados Superiores: Annelida – Classe Clitellata

Atualizado: Jul 14

Predominantemente terrestres, porém algumas espécies são dulcícolas (Tubifex tubifex , espécie bioindicadora) e marinhos (em ecótonos, infauna). Maioria de vida livre, alguns endohospedados (comensais ou parasitas). Se alimentam de matéria orgânica em decomposição e apresentam poucas cerdas. Apresentam como sinapomorfia o clitelo, estrutura mediana do corpo que envolve segmentos metaméricos. O sistema digestivo desses animais se divide em 3 porções:

  • Anterior: boca, cavidade oral, faringe (que apresenta as enzimas amilase e protease), esôfago (dividido em palpo e moela, e contém glândulas calcíferas, também chamadas de usinas transformadoras, por transformarem carbonato de cálcio em calcita ou aragonita, com finalidade de manter o pH mais ácido);

  • Média: intestino médio (digestão e absorção de nutrientes, apresenta tecido cloragógeno que produz glicogênio);

  • Posterior: intestino posterior (absorção), canal do reto (pode apresentar almofadas retais ou tiflossoes (=pregas intestinais) para uma absorção mais significativa) e ânus;

As trocas gasosas ocorram por meio de difusão (tegumentar), algumas espécies aquáticas apresentam brânquias. Além disso, há presença de hemoglobina que transporta oxigênio para pelo sistema circulatório. A excreção e a osmorregulação ocorre através dos nefídeos. O sistema circulatório é fechado, possuem vasos contráteis (ausência de coração) e, alguns animais, vivem em anôxia. Já o sistema nervoso apresenta um gânglio cerebral, cordões ventrais, nervos sensoriais e motores, terminações nervosas livres (táteis e térmicas) e quimiorreceptores em todo o tegumento. Olhos são ausentes e algumas espécies apresentam ocelos. A reprodução ocorre tanto sexuada, quanto assexuadamente.

  1. Assexuada: rara, ocorre fissão transversal binária ou múltipla (antes há regeneração da boca e gânglio cerebral), alguns realizam partenogênese (raro);

  2. Sexuada: monoicos simultâneos, autofecundação ocorre porém é raro, a fecundação, em maioria, é cruzada e interna com desenvolvimento direto e desova parcelada. O clitelo é uma área glandular que protege a área genital (caráter sexual secundário), promove a formação do casulo com ovos e vitelo. A espermateca recebe e armazena espermatozoides para que não seja necessária várias cópulas.

Referências:

Zoologia dos Invertebrados- Ruppert e Barnes- 6ª edição;

Aulas do Professor Valter José Cobo.


Siga o Bertobio!
  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Instagram - White Circle

Nos encontre também no Instagram!

@biologiaparaavida
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco