Vegetarianismo

Oi biologuínhos, tudo bem?! No post de hoje falaremos sobre uma prática que está cada vez mais crescendo (ainda bem!) e nas suas implicações na saúde e meio ambiente: o vegetarianismo.


Antes de qualquer coisa, precisamos definir o vegetarianismo: pessoa que não consome carne (frango, gado ou frutos do mar). Os motivos que levam a essa escolha são diversos e partem desde religião, até saúde e consciência ecológica.


Dentre os benefícios para saúde, temos o fato de que a alimentação vegetariana diminui consideravelmente os riscos de doenças cardiovasculares, câncer, hipertensão, obesidade e entre outros fatores, tendo em vista a qualidade dos alimentos que são consumidos por adeptos dessa dieta.


Porém, como nem tudo são flores, os vegetarianos precisam cuidar da deficiência de proteínas e de ferro no corpo, sendo interessante o acompanhamento nutricional para uma melhor substituição de alimentos, garantindo que a saúde seja preservada como um todo.


Agora, mudando o foco para o meio ambiente, temos que o vegetarianismo garante a preservação da vida de animais, além de promover um maior uso de recursos vegetais naturais e diminuir impactos à vegetação pois, se você não sabe, a pecuária é um dos maiores responsáveis pelo desmatamento.


É claro que existem muitas variações do vegetarianismo, mas qualquer mínima ação consciente já faz total diferença para sua saúde e para o meio ambiente. Vale a pena considerar a mudança :)

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Anemia