Retículo Endoplasmático Rugoso, Complexo de Golgi e Lisossomos: tem relação?

Oi biologuínhos, tudo bem? Hoje resolvi trazer um post que já vi ser questão de vestibulares e que, por estudarmos as organelas de forma individual, não conseguimos relacionar. Mas antes de entendermos as relações, precisamos relembrar sobre a função singular de cada uma.


O Retículo Endoplasmático Rugoso, localizado próximo ao núcleo, é uma organela que, por apresentar ribossomos em sua constituição, realiza a síntese, isto é, produção de proteínas.


Já o Complexo de Golgi é uma organela responsável por "empacotar" e destinar as substâncias produzidas no interior da célula, dente elas as proteínas. Podemos defini-lo como o "correio" celular.


Por fim, temos os lisossomos, que basicamente são "pacotes" que ficam no interior das células armazenando substâncias.


Agora precisamos relacionar as organelas, pensando que todas as organelas da célula se estão em uma constante dinâmica: as proteínas que são sintetizadas pelos ribossomos presentes no Retículo Endoplasmático Rugoso são, muitas vezes, direcionadas para o Complexo de Golgi e empacotadas para tomar os mais diversos destinos, desde ficar no interior das células ou ser exocitada: independente do destino, os lisossomos são formados.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Meiose