Plantas e algas verdes: qual a relação?

Oi biologuínhos, tudo bem?! No post de hoje vamos ligar dois grupos de organismos, aparentemente, muito distintos mas que tudo indica que, filogeneticamente, estão mais próximos do que imaginamos: as plantas e as algas verdes.


Sabemos que as algas pertencem ao Reino Protista, enquanto que as plantas apresentam um reino todinho para elas, o querido Reino Vegetal. Essa diferença de classificação não é por acaso, existem de fato muitas diferenças que levam a tal separação taxonômica, porém, quando falamos de origem das plantas, a relação fica um pouco mais íntima.


As algas verdes representam um grupo que pode ser encontrado tanto na forma unicelular, quanto na pluricelular, sendo eucariontes e autótrofos. Sim, assim como as plantas, tais algas produzem seu próprio alimento através da fotossíntese- e agora sim começamos a falar da proximidade de tais grupos.


Dentre as semelhanças entre as plantas e as algas verdes, podemos destacar a presença de clorofila a, clorofila b, pigmentos essenciais para a fotossíntese, tal como os carotenoides, que são pigmentos acessórios. Além disso, temos a reserva de energética na forma de amido que ocorre no interior dos cloroplastos, tal como a parede celular rica em celulose que é encontrada em algumas algas e em todas as plantas.


Além disso, as algas verdes apresentam células reprodutivas com flagelos que, por sua vez, também são encontradas em alguns grupos de plantas (os conhecidos anterozoides), além de que ambas, tanto as algas verdes, quanto os seres vegetais, formam fragmoplasto durante a divisão celular.


Todas essas semelhanças, cada vez mais, leva a ciência a acreditar que as algas verdes originaram as plantas.


Referência:

Raven, P.H. Evert, R.F., Eichhorn, S.E. Biologia vegetal. 7 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011. xxii, 830 p. ISBN 852771229-3.



1 visualização0 comentário