Ecologia de Ecossistemas: Impacto ambiental

Atualizado: Jul 14

Oi biologuínhos, tudo bem?! Estamos chegaaaaando ao final de Ecologia de Ecossistemas e hoje eu trouxe um assunto EXTREMAMENTE importante para todos nós. Vamos começar?


Bom, nós sabemos (e muito) que a história do homem é extremamente contraditória: buscamos melhorias e acabando agredindo o meio ambiente. O ideal seria que a ação humana fosse compatível com a resiliência do meio, com os limites daquele ambiente. Porém, o ser humano parece não conhecer limites…


Temos que entender que impacto ambiental e poluição são conceitos diferentes, mesmo que em alguns momentos estejam relacionados.


IMPACTO AMBIENTAL Alterações nas propriedades de um ambiente, causando prejuízos à fauna e flora. Um impacto pode ser causado por uma poluição. Pode ser em escala local, regional ou global.


POLUIÇÃO Introdução pelo homem de um material (elemento, molécula, composto…) que previamente não pertencia ao local.


Para entender de vez, temos um exemplo ótimo: vocês sabiam que CO2 (dióxido de carbono), CH4 (metano) e O3 (ozônio) são causadores de impactos mas não são poluentes? Isso se dá pelo fato de que, naturalmente, esses gases já existem em nossa atmosfera, logo a ação humana se baseia em modificar suas concentrações, não em inserir algo novo, configurando um impacto.


Todo ambiente está em equilíbrio, e isso basicamente significa que as mudanças que nele ocorrem são previsíveis. Esse equilíbrio pode se mostrar de algumas formas:

Estático: não se altera ao longo do tempo (como uma rocha, demora muito tempo para uma mudança ocorrer);

Estável: alterações que não provocam mudanças na média normal do ambiente;

Dinâmico: varia de forma considerável ao longo do tempo, alterando a média do ambiente.

Quando um impacto atinge o limiar de recuperação, isto é, quando o ambiente não é mais capaz de se recuperar de tal impacto, é gerado um novo equilíbrio no local.


Mas será que é possível projetar o impacto? Sim, e é o ideal! Toda vez que uma mudança vai ser realizada em um ambiente, é interessante que seja calculado um impacto para observar se o mesmo causará um impacto dentro do limiar de recuperação ou se o ambiente será modificado a ponto de gerar um novo equilíbrio.

Referência: Aulas do Professor de Ecologia de Ecossistemas da Universidade de Taubaté (UNITAU): Cecilia Toledo;

0 visualização
Siga o Bertobio!
  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Instagram - White Circle

Nos encontre também no Instagram!

@biologiaparaavida
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco