COVID-19: Entenda a problemática da vacina russa

Oi biologuínhos, tudo bom? Aqui é a Isa e hoje resolvi trazer mais um post daqueles que eu não esperava estar trazendo (pelo menos não nesse momento): a vacina registrada pela Rússia.


Basicamente, para você que caiu de paraquedas por aqui, nós já temos um post explicando o motivo pelo qual as vacinas demoram tanto para serem produzidas, sendo assim hoje nós focaremos nas notícias que estouraram na terça (11/08) sobre a aprovação da vacina desenvolvida pela Rússia (Centro Nacional de Investigação de Epidemiologia e Microbiologia (Gamaleya) em conjunto com o Ministério da Defesa) como medida preventiva ao Covid-19.


Bom, você deve estar se perguntando: "mas porque a Isa não esperava estar trazendo essa notícia sendo que é ótima e tão esperada?" E minha resposta é bem básica: não acredito que essa realmente seja uma ótima notícia. A vacina foi aprovada, segundo o presidente da Rússia, Vladimir Putin, com menos de dois meses de teste em humanos, não atingindo as conhecidas fase 2 e 3 dos testes. Além disso, a Rússia não publicou o resultado de seus testes, gerando muitas dúvidas sobre a vacina e seus possíveis efeitos.





Por exemplo, com esse pequeno tempo de teste, não se sabe detalhes sobre a resposta imunológica que a vacina promove e, consequentemente, seu tempo de duração no organismo.


Além disso, a vacina russa não é listada como uma das indicadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e existem alguns cientistas que estão chamando considerando o tal feito como um golpe publicitário.


Então, basicamente essa é toda a questão: temos, aparentemente, uma vacina mas que definitivamente não é nossa melhor escolha no momento, já que não sabemos seus efeitos em nosso organismo (que em determinados casos, podem ser até piores que os efeitos do novo coronavírus).


Vamos aguardar os próximos passos e torcer para que a vacinação não seja em massa como o governo russo está planejando: são vidas em risco, independente do quanto estamos desesperados para voltar à vida presencial, não vale a pena.


Referências: O que se sabe sobre a vacina que a Rússia registrou contra o coronavírus e porque desperta dúvidas - G1

Átila Iamarino nega vacina da Rússia: "não tem resultado" - Catraca Livre

4 dúvidas sobre a vacina russa contra covid-19 - BBC news

Sem resultados, OMS não vai recomendar vacina russa - Folha de São Paulo

12 visualizações1 comentário
Siga o Bertobio!
  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Instagram - White Circle

Nos encontre também no Instagram!

@biologiaparaavida
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco