Conseguiram eliminar o HIV de um animal?

Atualizado: Jul 7

Em maio de 2017 diversos sites brasileiros anunciaram que cientistas da Lewis Katz School of Medicine da Temple University (Filadélfia, EUA) em parceria com a Universidade de Pittsburgh conseguiram eliminar o vírus HIV de camundongos que, anteriormente, tinham recebido células humanas infectadas. Para isso, foi utilizado uma técnica que os mesmos publicaram em 2016 em que usaram modelos transgênicos de ratos e camundongos com DNA de HIV-1 (no genoma de TODOS os tecidos dos animais). Logo, o seu teste foi capaz de eliminar os fragmentos alvo do HIV-1 da maiorias dos tecidos desses animais. “Nosso novo estudo é mais abrangente. Confirmamos os dados de nosso trabalho anterior e melhoramos a eficiência de nossa estratégia de edição de genes. Nós também mostramos que a estratégia é eficaz em modelos com outros dois tipos de roedores, um representando infecção aguda em células de rato e o outro representando infecção crônica ou latente em células humanas”, pronunciou o co-coordenador da pesquisa Wenhui Hu, professor do Centro de Pesquisa de Doenças Metabólicas e do Departamento de Patologia da LKSOM. O próximo passo é testar em primatas e, obviamente, o último passo seria trabalhar com humanos que possuem o vírus HIV em seu corpo.

Referência:

Revista Galileu – Cientistas dizem ter eliminado HIV em animais vivos pela primeira vez

Veja – HIV é eliminado do corpo de animais vivos pela primeira vez

0 visualização
Siga o Bertobio!
  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Instagram - White Circle

Nos encontre também no Instagram!

@biologiaparaavida
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco