Anatomia Humana: Miologia

Atualizado: Jul 6

Miologia = estudo dos músculos

Tipos de músculos:

Existem três tipos de músculos: o estriado esquelético, o liso e o cardíaco. O estriado esquelético é relacionado diretamente ao esqueleto, ocasionando movimentos aos ossos e outras estruturas, e é voluntário. Tanto o liso, quanto o cardíaco são involuntários e encontrados, em órgãos (liso) e no coração (cardíaco).

Como ocorre a contração muscular?

Cada músculo possui o seu nervo motor, o qual divide-se em muitos ramos para poder controlar todas as células do músculo. As divisões mais delicadas destes ramos terminam num mecanismo especializado conhecido como placa motora. Quando o impulso nervoso passa através do nervo, a placa motora transmite o impulso à células musculares, determinando sua contração. Ao contrair-se o ventre muscular, há um encurtamento do comprimento do músculo e consequente deslocamento da peça esquelética.

  1. Fibra muscular = célula do músculo;

  2. Feixe ou Fascículo muscular: conjunto de fibras musculares;

  3. Ventre muscular: conjunto de feixes ou fascículos musculares, é a parte ativa dos músculos;

  4. Fáscia muscular: é uma lâmina de tecido conjuntivo que envolve cada músculo

– Quando envolve a fibra muscular é chamada de endomísio; – Quando envolve o feixe muscular é chamada de perimísio; – Quando envolve o ventre muscular é chamada de epimísio.


Suas “sobras” formam os tendões (apresentados na figura acima).


Tendão: são inervados e vascularizados, possuem a função de anexar o músculo ao osso e transmitir a força muscular gerada pela contração;


Sarcômero: unidade funcional da contração muscular, formado principalmente por actina e miosina;


Estiramentos musculares: lesões das fibras musculares;


Atrofia: diminuição da massa muscular;


Hipertrofia: aumento da massa muscular;


Hiperplasia: aumento do número de fibras musculares;

Tipos de contração muscular:

Existem três tipos de contrações musculares: excêntrica, concêntrica e isométrica. Podemos classificar a contração excêntrica como aquela que retarda ou freia o movimento, enquanto que a concêntrica é aquela que gera o movimento. Já a contração isométrica se define por não gerar movimento, pois não há encurtamento das fibras musculares.

Referências:

Anatomia Humana Básica – Dangelo e Fattini – 2ª Edição

Roteiro Prático e Resumo da Disciplina de Anatomia Humana: Curso de Biologia– Professor Ricardo Ferreira Salles


0 visualização
Siga o Bertobio!
  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Instagram - White Circle

Nos encontre também no Instagram!

@biologiaparaavida
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco